Curso Como instalar rede de proteção para janelas

Hoje vamos ensinar como instalar rede de proteção ou tela de proteção para gatos com segurança e da forma correta siga nosso passo a passo, desde o tamanho correto da redes de proteção, a broca correta a ser usada na instalação, todo equipamento que deve ser usado na hora de instalar, o corte na tela ou rede como prefere chamar.

Também ensinaremos dicas importantes para evitar acidentes durante o processo de instalação e a conta que deve ser feita na hora de definir a metragem a ser comprada para sua janela.

Neste mini curso você terá informações completas e um passo a passo para sair daqui um expert em instalação de telas. conhecimento básico ao avançado do material ao ferramental para a colocação.

Fantástico! Então vamos lá…

Saiba quais ferramentas usar para instalação

  • Furadeira de impacto
  • Broca 8
  • Treina
  • Tesoura
  • Alicate
  • Martelo
  • Parafusadeira
  • Gancho ou Pitão
  • Bucha 8

Se for executar a instalação em local alto é de grande importância que utilize o EPI (Equipamento de proteção individual).

Agora que já citei todo item na lista acima uma outra informação que é de suma importância é saber qual o material utilizar.

Existem dois tipos de redes fabricadas no Brasil. A rede nylon polietileno e a de nylon poliamida.

Como se trata de segurança para animais de estimação e crianças o material que indicamos é o de polietileno no tamanho de 5 centímetros.

Esse produto composto de polietileno é mais resistente e duradouro em comparação com a poliamida.

Devo salientar que para segurança e um uso eficaz a tela de proteção para gatos ou crianças devem ser trocadas com 3 anos de utilização.

Como cortar a medida certa

Vamos supor que sua janela tem uma medida de 1.0 x 1.0, antes de realizar a compra você deve acrescentar 35% ao tamanho de cada área.
Ou seja deverá comprar 1,35 tanto na altura quanto no comprimento, dessa forma evita que você tenha problemas na hora da instalação.

para simplificar em um espaço de 1 metro você deve contar 13 buraquinho da trama da rede e o encaixe será perfeito.

Se sua janela tiver medidas maiores que 1 metro só precisa multiplicar por 13, por exemplo; uma janela de 1,5×13=19,5 você terá que contar 19 buraquinhos na rede para instalar.

Qual a distancia entre os Ganchos ou Pitão

A distancia ideal para segurança é de no máximo 30 centímetros entre ganchos.

A perfuração padrão para uma medida de segurança é de 5 centímetros afastado da esquadria da janela.

Depois de perfurar a parede coloca-se a bucha 8 com aba e depois o gancho.

Passou desse processo utilize o pitão na parafusadeira para apertar os ganchos.

Como instalar a rede de proteção

Agora que você já furou e deixou toda a área pronta com bucha e gancho chegou a hora de preparar a tela para instalação.

Com uma corda com espessura aproximada de 2,5 a 4 milímetros você deve costurar a tela, ou seja passando a corda entre os buracos em forma de zig e zag.

Observe na imagem a baixo.

como instalar rede de proteção

Para facilitar sua instalação pegue as pontas da rede ou o canto da tela e coloque nos ganchos que estão nas pontas. segue um video a baixo explicativo onde o Claudio Gomes do em manutenção explica.

Na ponta da corda crie um laço e introduza a outra ponta 3 vezes para criar um laço e puxe até a corda ficar bem esticada.

Depois que esticar a corda retire o excesso que sobrou com uma tesoura.

Para finalizar sua instalação encaixe as extremidades dentro dos ganchos e feche os pitão com um martelo.

Bom pessoa então é isso, esse foi o passo a passo de como instalar rede de proteção para janelas, caso tenha duvidas deixe um comentário. Vou deixar com vocês o site de vendas online para quem deseja comprar redes de proteção.

Qual a diferença entre domicílio fiscal e o domicílio da atividade?

Neste artigo, vou explicar de forma clara e simples quais são as diferenças entre o endereço fiscal e o endereço da atividade.

Esses dois conceitos podem levar a grandes mal-entendidos e até surpresas muito desagradáveis. Eles são os mesmos? Onde o Tesouro me notifica? Que despesas posso deduzir de cada um?

É importante ter clareza sobre os aspectos que os diferenciam para todos os freelancers e empreendedores.

Veja também: Endereço Fiscal Ribeirão Preto

 

QUAL É O ENDEREÇO FISCAL

A definição feita pelo Tesouro do domicílio fiscal é tão complicada que não faz sentido para um trabalhador autônomo que não seja especialista nestas matérias. Como a maioria das coisas que o Tesouro diz, você precisa ser um verdadeiro especialista em direito tributário para entendê-las.

O mais importante que você deve saber é que, como trabalhador autônomo, você deve estar localizado na Administração Tributária.

O local onde você deve estar permanentemente acessível ao Tesouro é o endereço fiscal. É neste endereço que receberá qualquer notificação do Tesouro , seja com boas ou más notícias.

Outra coisa importante é que, depende de onde está o endereço, você vai pertencer a uma Gerência Tributária ou outra. E, acredite, se você não está muito acostumado a fazer negócios  online  e prefere ir pessoalmente, alguns escritórios podem ser um pesadelo.

No  endereço fiscal , você receberá todas as informações relacionadas à sua atividade. Tenha cuidado, tanto aqueles que o afetam em um nível particular e em um nível pessoal.

O normal é que, para um trabalhador independente, o domicílio fiscal seja a sua própria casa.

Dou um exemplo para que você saiba da importância do endereço fiscal : Imagine que você solicitou um reembolso de IVA (a propósito, você sabe o que  é IVA ?) E depois que o Tesouro analisa os dados que você declarou, decida que você tem um valor inferior.

Esta decisão deve ser comunicada a você e será feita em seu endereço fiscal. Se não estiver correto, você não receberá a notificação e o mais normal é que você não possa se opor à decisão deles porque os prazos para apelar foram cumpridos.

Quanto à forma de comunicar o seu endereço fiscal à Administração Tributária, será necessário preparar e saber  preencher o  Formulário 037.  Como é também o formulário que utiliza para se registar como autônomo, é normal informar do Tesouro naquela época.

Se posteriormente você tiver que fazer alguma alteração que afete o endereço fiscal , você terá que comunicá-la novamente usando o mesmo modelo. Ah, você não precisa fornecer nenhum tipo de documentação para justificá-lo.

 

QUAL É O ENDEREÇO DA ATIVIDADE

É muito frequente um trabalhador independente exercer a sua atividade em local alugado ou próprio diferente do seu. Para a Tesouraria, este local será o endereço da atividade visto que a sua empresa é gerida e dirigida a partir daí.

Por exemplo, os endereços das atividades podem ser oficinas, instalações comerciais, pontos de venda, lojas, etc.

Para comunicar o endereço da atividade ao Tesouro, deve ser apresentado também o formulário 037. Portanto, este formulário é utilizado para que a Agência Tributária saiba para onde lhe enviar as notificações e também para onde está oficialmente a trabalhar.

As etapas que você deve realizar para apresentar esta comunicação ao Tesouro são as seguintes:

Você deve entrar no site da Tesouraria , daí para o Escritório Eletrônico e depois para a opção de “enviar e consultar extratos”. Nessa página você verá a lista de todos os modelos atuais, entre os quais encontrará o modelo 037

Você deve escolher o link do Formulário 037 para sua preparação e apresentação, dependendo se você vai apresentá-lo em papel ou online. Lembre-se que para apresentar on-line é necessário possuir um certificado digital ou código PIN. Se for apresentar em papel, utilizará a opção “Preenchimento, validação e obtenção em PDF para impressão 037” e se for apresentar online “Preenchimento e apresentação electrónica 037”

Uma vez dentro do Formulário 037, você só terá que marcar e preencher os seguintes campos:

NIF, nome e sobrenome

Caixa 127 de Modificação de dados relacionados às atividades econômicas e locais

Local, data e assinatura conforme interesse

O código e tipo de sua atividade e a epígrafe IAE

O endereço do seu domicílio fiscal, na seção “a atividade ocorre em local específico (estabelecimento diretamente relacionado à atividade)”, ou seja, da casa 412 a 432

Apenas um ponto. No caso de apresentar o Formulário 037 após a alteração do endereço da atividade, deve marcar em vez de “registo” (caixa 424) a opção de variação (casa 430).

O número de referência que pedem que indique na casa 432 refere-se ao número de referência do Modelo 037 que apresentou quando se registou na Tesouraria da sua atividade pela primeira vez.

 

DIFERENÇAS ENTRE O DOMICÍLIO FISCAL E O DOMICÍLIO DA ATIVIDADE

A diferença entre a morada fiscal e a morada da atividade é que a primeira é para que o Tesouro o localize e a segunda é o local onde gere e dirige o seu negócio.

É possível que o endereço fiscal e o endereço da atividade coincidam no mesmo endereço. Isso acontece com todos os autônomos que trabalham em seu local de residência.

Determinar qual será o seu endereço fiscal e o endereço da sua atividade dependerá das necessidades e da estrutura do seu negócio.

Por este motivo, aconselho que, se tiver alguma dúvida quanto à indicação do seu endereço fiscal e do seu endereço de atividade, pense muito bem antes de comunicar ao Tesouro.

12 tipos de membros de Coworking e o que eles precisam de seu espaço de trabalho

Entender quem está utilizando o espaço flexível é fundamental para impulsionar o crescimento e a sustentabilidade da indústria de coworking.

Esses são clientes que não apenas existem hoje, mas também existirão em um futuro próximo, à medida que mais e mais empresas perceberem os benefícios de equipes remotas e trabalho flexível.

Milhões de trabalhadores em todo o mundo já estão participando da força de trabalho distribuída, impulsionando um crescimento explosivo nas indústrias de coworking e escritórios flexíveis. Mas quem são eles? Eles são as mesmas pessoas que usavam os espaços de coworking há uma década? Quem serão eles daqui a uma década?

O espaço de trabalho flexível é para mais do que freelancers e equipes de inicialização. A gama de pessoas que utilizam escritórios flexíveis e de coworking Ribeirão Preto cresceu à medida que a indústria continua a amadurecer.

Aqui estão 12 tipos de pessoas que você pode encontrar em um espaço de trabalho flexível:

  1. O Funcionário Remoto da Sede

Este trabalhador remoto trabalha para uma empresa que tem uma sede em algum lugar fora do alcance do trabalho. Como moram longe da sede, podem ter que viajar para se encontrar com suas equipes pessoalmente, mas, caso contrário, estão totalmente remotos. O que o trabalhador remoto em tempo integral precisa é de acesso a um espaço silencioso ou privado para fazer chamadas de vídeo frequentes. Eles podem não precisar de um escritório particular se estiverem viajando muito. Eles gravitarão em torno de pequenas salas de reuniões que podem ser reservadas várias vezes ao dia, mas que serão encontradas em sua mesa dedicada, com fotos de família.

  1. O Funcionário da Empresa Distribuída

Toda a sua empresa está distribuída em vários estados ou até mesmo países. Semelhante a outros trabalhadores remotos, eles ainda precisam de espaço privado para essas videochamadas, mas podem estar mais acostumados a sentar em cafés e cabines telefônicas. Como sua empresa está configurada para lidar com uma equipe distribuída, eles aproveitam as ferramentas de comunicação com mais eficiência do que uma empresa com apenas alguns funcionários remotos.

Veja também: O que é Endereço Fiscal?

  1. O trabalhador parcialmente remoto

Esses trabalhadores podem estar próximos da sede da empresa, mas podem trabalhar fora desse escritório alguns dias por semana. Eles também podem atender a vários mercados, portanto, precisam de espaço profissional em cada um. É mais provável que eles queiram a consistência de um escritório particular, apesar de usá-lo apenas alguns dias por semana. Embora possam configurar um escritório em casa, eles podem ter reuniões com clientes ou preferir a separação entre o trabalho e a casa.

  1. O Nômade Digital

Os nômades digitais podem ficar em um lugar por alguns dias ou alguns meses, mas no final das contas continuarão em seu caminho com seus laptops para um novo destino. Eles podem trabalhar em qualquer lugar e manter o foco em um café barulhento com a mesma facilidade de um escritório silencioso. Eles têm o sistema inativo – laptop, fones de ouvido com cancelamento de ruído, um diário – tudo bem embalado em uma única mochila. Você os verá postar fotos do espaço em suas contas do Instagram, portanto, espaços dignos de fotos e xícaras de café de marca são obrigatórios.

  1. O Empreendedor e Freelancer

O clássico usuário de espaços de coworking. Eles trabalham por conta própria como parte da economia, com clientes que podem ser locais ou remotos. Seus horários podem ser irregulares, trabalhando no meio da noite ou tirando férias no meio da semana. Se a maioria de seus clientes for local, eles precisam de um espaço profissional para fazer reuniões que não seja uma cafeteria. Caso contrário, eles precisam de algum lugar para as chamadas dos clientes, mas as cabines telefônicas provavelmente estão bem. Eles também gostam de ter acesso 24 horas por dia, 7 dias por semana, para cumprir seus prazos e trabalhar nos horários em que são mais produtivos, seja porque são notívagos ou madrugadores.

  1. Startups

Outro clássico dos primeiros dias do coworking. A startup em estágio inicial que não sabe se vai sobreviver por 6 meses ou 6 anos. Quando eles se inscrevem em um espaço de escritório flexível, as mesas abertas são uma ótima opção para seu orçamento. No entanto, à medida que a startup cresce, eles vão precisar de mais espaço e vão optar por suítes de equipe. Se seu crescimento for explosivo e o espaço de trabalho não puder acomodar o que eles precisam, eles se formarão em seu próprio escritório em outro lugar.

  1. Pequenas equipes

Muitas pequenas empresas tradicionais estão mudando para escritórios flexíveis. Estas são as pequenas firmas de contabilidade, equipes jurídicas, escritórios de arquitetura e engenharia. Eles podem ter 2 ou 10 funcionários, mas têm necessidades típicas de escritório: café, sala de conferências, espaço de escritório privado, acesso a uma impressora e um bom local para almoçar nas proximidades.

  1. Clientes empresariais

O número crescente de grandes corporações assinando acordos de associação e serviços é uma das maiores fontes de crescimento para a indústria de espaço de trabalho flexível. Suítes maiores de escritórios particulares com marcas personalizadas são uma forma de essas empresas se integrarem ao setor de espaços de trabalho flexíveis. Ter a capacidade de fornecer um espaço de trabalho de primeira qualidade em qualquer lugar é uma vantagem seria na competição cada vez maior pelos talentos.

  1. Funcionários corporativos em viagem

Essas mesmas grandes corporações frequentemente têm equipes e funcionários em trânsito. Esses trabalhadores precisam de um bom espaço de escritório por um ou dois dias enquanto fazem as rondas regionais. Talvez eles estejam de férias com a família quando algo crítico acontece e precisam trabalhar um pouco enquanto a família está brincando. Se esses trabalhadores estiverem viajando pela mesma comunidade o suficiente, um escritório particular é o ideal, embora um espaço de mesa aberto com abundantes salas de reuniões privadas e cabines telefônicas geralmente possa atender às suas necessidades também.

  1. O estudante universitário

Às vezes, o café local simplesmente não funciona quando você precisa estudar para aquele teste de cálculo. O que é necessário é um quadro branco gigante, uma mudança de cenário e muito café. Eles também podem ser um aspirante a empreendedor que deseja ter um gostinho da vida de uma startup, então inscreva-se para um estágio no próprio espaço de trabalho ou em uma empresa associada. Os alunos trazem uma energia incrível para um espaço de trabalho flexível, mas normalmente precisam de taxas de adesão com desconto ou patrocinadas.

  1. Organizações sem fins lucrativos

Organizações sem fins lucrativos têm orçamentos apertados e uma necessidade de construir uma base de apoio para ajudá-los a se concentrar em sua missão. O espaço de trabalho flexível, que pode ser expandido ou contratado dependendo do ciclo de concessão deste ano, é um grande benefício que permite que a organização se concentre em causar o máximo impacto com o que tem. Esses grupos são usuários frequentes de espaços de reuniões maiores, necessários para reuniões de diretoria, treinamento de voluntários e eventos.

  1. Hosts de eventos

Os espaços de coworking costumam ser mais baratos e modernos do que os centros de conferências tradicionais. Os anfitriões de eventos que procuram um local menor ou mais alinhado com seu público são atraídos pelas características exclusivas dos espaços de trabalho flexíveis, além de seu preço acessível e equipe amigável.

Compreender quem está utilizando o espaço flexível é fundamental para impulsionar o crescimento e a sustentabilidade da indústria de espaço de trabalho flexível e isso pode ser desenhado através de um trabalho de identificação de personas de qualquer agência de marketing digital. Esses são clientes que não apenas existem hoje, mas também existirão em um futuro próximo, à medida que mais e mais empresas perceberem os benefícios de equipes remotas e trabalho flexível. Atender às necessidades desses clientes, entendendo quem eles são, é a chave para o sucesso de cada espaço de coworking, escritório atendido e provedor de espaço flexível.

O que uma agência de marketing digital faz?

Para se manter competitivo no mundo eletronicamente experiente de hoje, você deve criar e manter uma presença online sólida. Isso requer muito mais do que lançar um site e perfis em plataformas de mídia social – porque a competição no mundo online é feroz.

Cada um de seus concorrentes adicionou marketing online à sua estratégia de marketing – muitos dos quais recorrem a uma empresa de marketing digital para obter assistência. Se você já se perguntou o que exatamente uma agência de marketing digital faz, você veio ao lugar certo.

 

O que é marketing digital?

O marketing digital é um termo amplo usado para descrever uma ampla gama de funções de marketing online. Como um todo, o objetivo principal de uma empresa de marketing digital é fazer três coisas:

  • Aumentar a sua presença online.
  • Realizar pesquisas de mercado.
  • Integrar seus perfis e plataformas online.

 

O que uma empresa de marketing digital faz?

Então, o que exatamente uma empresa de marketing digital faz? Dentro dos 3 objetivos principais mencionados acima, encontra-se uma infinidade de avenidas. Embora você não exija tudo isso de uma empresa externa – ou tudo isso para o seu negócio, eles incluem funções como:

  • Design do site
  • Otimização de sites
  • Otimização de Conteúdo
  • Restauração de conteúdo
  • Desenvolvimento de aplicativos
  • Marketing de busca
  • Gestão de Mídias Sociais
  • Marketing e integração móvel
  • Posicionamento de anúncios online
  • Marketing multiplataforma
  • Marketing de email
  • Branding Online
  • Reportando o ROI de Estratégias e Táticas Digitais

Esses são apenas alguns dos motivos pelos quais você pode recorrer a uma empresa de marketing externa. Ao selecionar uma empresa externa para fazer parceria, é essencial que você analise o que eles criam e distribuem online. Não há ninguém que conheça sua empresa e marca melhor do que você, e você não quer correr o risco de que informações imprecisas sejam geradas em seu nome. Na verdade, os dados online imprecisos têm um impacto negativo nos resultados financeiros de 88% de todas as empresas – mesmo que os dados imprecisos tenham sido um erro honesto. Dito isso, o valor da terceirização de projetos digitais é tão alto que se espera que as agências digitais no Brasil cresçam 30% nos próximos 2 anos – portanto, é essencial que você encontre um equilíbrio entre a terceirização e sua participação interna

 

Você pode fazer parte do seu marketing digital internamente?

Você absolutamente pode fazer parte de seu marketing digital internamente, apenas precisa determinar que parte de suas estratégias de marketing digital seus funcionários têm o conjunto de habilidades para realizar com sucesso. Como proprietário de uma pequena empresa, você pode não ser grande o suficiente para ter uma posição de marketing em tempo integral ou uma posição de marketing digital em tempo integral. Você provavelmente está mais focado em contratar indivíduos com experiência relacionada mais diretamente ao seu setor. No entanto, você pode ter alguém cuja função de meio período seja executar parte de seu marketing digital – mesmo que passe a maior parte do tempo realizando outras tarefas. Aqui estão alguns exemplos de tarefas que você pode manter internamente.

  • Peça a uma empresa externa para projetar seu site, mas atualize as páginas, o conteúdo e as postagens do blog internamente.
  • Para garantir que toda a comunicação seja elaborada da maneira que melhor represente sua marca, você gerencia suas publicações nas redes sociais – mas tem uma empresa externa para gerenciar seu marketing social pago.
  • Você cria seus comunicados à imprensa, conteúdo de blog e artigos online – mas tem uma empresa externa para distribuir seu conteúdo online.
  • Contrate uma empresa externa para criar vídeos de marketing profissional, mas você os coloca em seu site, mídia social e perfis online.
  • Contrate uma empresa externa para criar seu conteúdo de email marketing ou outro conteúdo online, mas você gerencia a distribuição.
  • Sua equipe interna de marketing cria seus temas e materiais de marketing, mas você conta com uma empresa externa para gerenciar e implementar o marketing online e de plataforma cruzada.

Peça a uma empresa externa para realizar sua pesquisa de mercado, como:

  • As palavras-chave mais relevantes neste trimestre.
  • As plataformas de mídia social que seu público-alvo usa.
  • Pesquisando nichos dentro do seu público-alvo.

O que você escolhe fazer internamente depende inteiramente de você. Apenas certifique-se de ter um plano mensurável em vigor – com um cronograma claro e um método de prestação de contas. Alguns proprietários de empresas colocam seu marketing digital inteiramente nas mãos de uma empresa externa – para que possam investir todo o seu tempo e energia na construção de relacionamentos com os clientes. Se você optar por seguir esse caminho, mantenha contato próximo com sua empresa externa para garantir que você entenda totalmente onde está o foco dela e seu ROI.

Seja qual for o caminho que você escolher, você ou um dos membros da sua equipe precisará se familiarizar com a terminologia e os fundamentos do marketing digital para garantir um entendimento completo de tudo o que está sendo realizado.

 

Como a mídia social se encaixa na imagem?

A mídia social sempre vem à mente ao fazer a pergunta: “O que uma empresa de marketing digital faz?” Com 52% de todas as empresas tendo garantido pelo menos um novo cliente no Facebook durante 2013, e a maioria das plataformas de mídia social oferecendo novos métodos de marketing para o seu negócio, esse número tem potencial para aumentar significativamente. Os orçamentos de mídia social para pequenas e grandes empresas devem pelo menos dobrar nos próximos 5 anos.

Onde a mídia social fica complicada é que ela é projetada para envolver amigos, fãs e seguidores – o que leva tempo e consistência. É improvável que a mídia social gere leads da noite para o dia, e o ROI é um tanto difícil de medir. No entanto, ter perfis nas plataformas de mídia social em que seu público-alvo está ativo é essencial para sua relevância online.

A maioria das empresas gerencia suas interações diárias com os clientes em suas plataformas de mídia social e algumas (senão todas) de suas postagens de mídia social. Gerenciando perguntas, comentários e mensagens privadas internamente, uma empresa externa pode gerenciar publicidade paga, direcionando o tráfego para suas plataformas de mídia social e pode fornecer assistência na otimização de postagens.

Se você terceirizar todas as suas responsabilidades de mídia social, considere como irá gerenciar as perguntas e consultas dos clientes. Embora uma empresa externa possa fazer um trabalho excepcional em atrair novos curtidas, fãs e seguidores, ela não será capaz de responder às suas perguntas específicas. Como os clientes utilizam a mídia social como forma de atendimento ao cliente online, você deve ter um plano para responder às perguntas diretas. Atualmente, apenas 39 em cada 100 empresas no Reino Unido respondem diretamente às perguntas dos consumidores – o que significa que muitas consultas de clientes em potencial estão sendo ignoradas. Você não permitiria que sua empresa de marketing digital atendesse seus telefones, então não permita que eles respondam suas correspondências nas redes sociais.

 

O marketing digital está sempre mudando e evoluindo

Agora que você pode responder ao aspecto geral do que uma empresa de marketing digital faz, há um fator adicional que você deve levar em consideração – o marketing digital está sempre mudando e evoluindo.

Mesmo que você consiga concluir muitas de suas estratégias e táticas de marketing internamente, as empresas de marketing digital são sempre as primeiras a saber quais são as formas mais avançadas, atuais e eficazes de promover seu negócio online. Os algoritmos do mecanismo de busca estão sempre mudando, os métodos de marketing social estão sempre mudando e novos formatos de publicidade online e móvel estão sempre sendo desenvolvidos. As empresas digitais sempre saberão mais sobre a criação e promoção de mídia digital – e você economizará tempo e energia ao tentar acompanhar as tendências mais atuais do setor.

Embora seja essencial construir um relacionamento sólido com uma empresa de marketing digital terceirizada, ou um punhado de terceirizados, é sempre essencial entender o que você está pagando – e como você pode medir o sucesso em dólares financeiros quantificáveis.

Como startups podem investir em marketing digital sem gastar muito

As empresas startups muitas vezes precisam de estratégias de divulgação que não comprometam o orçamento. Nesses casos, investir em marketing para startups é muito indicado.

O marketing digital é mais barato, efetivo e facilmente mensurável que o marketing tradicional, ou seja, é possível desenvolver ações vitoriosas com mais certeza e previsibilidade.

Portanto, continue lendo para saber mais sobre a importância do marketing digital para sua startup e conhecer ações adequadas para esse tipo de empresa.

Os tópicos que virão a seguir servirão para guiar os próximos passos da sua empresa, fique atento e anote o que for interessante para o seu caso.

Por que o marketing para startups é importante?

As startups são tipos de empresas que entram no mercado em busca de capital e usam tecnologias para crescer e se consolidar.

Com isso em mente, nada mais natural do que investir em marketing para suas empresas de coaching empresarial.

Vale lembrar que toda empresa ligada a tecnologia precisa ter um posicionamento consistente na web.

Para isso, é indicado definir as ações por meio de um plano de marketing levando em conta três etapas: planejamento, execução e mensuração.

Leia mais sobre cada uma delas a seguir.

Planejamento

O primeiro passo é reunir toda a equipe e fazer um brainstorming. Nesse processo irão surgir uma série de ideias.

Converse com os funcionários do departamento de marketing para escolher quais ideias são mais interessantes para seus clientes, como o distribuidor de escova progressiva em SP.

Depois, é hora de planejar como cada ação será feita. Nessa etapa é primordial conhecer bem o público para o qual as estratégias serão direcionadas. 

Para isso, reúna informações como:

  • Nome;
  • Idade;
  • Localização;
  • Hábitos de consumo.

Esses tipos de dados são adequados para traçar um perfil do seu público-alvo e saber com exatidão qual é o tipo de conteúdo que ele acha interessante.

Um exemplo: se uma parcela do seu público faz pesquisas sobre preço de cadeira giratoria com rodas, invista em produção de conteúdo que dê essa informação.

Execução

A execução das ações planejadas deve ser feita por profissionais qualificados. Invista na capacitação do seu time para ter os melhores resultados.

Nessa etapa as condições de trabalho da sua equipe precisam ser as melhores possíveis.

Diversos tipos de estratégias de marketing digital precisam de softwares e computadores de qualidade para serem bem feitas.

Mensuração

Depois que as ações foram planejadas e executadas, é hora de saber o que deu certo e o que deu errado.

É a chamada mensuração de resultados, ou seja, a verificação do impacto das ações por meio da análise de certos dados.

Entram aí os chamados indicadores de desempenho ou KPI, que são dados específicos que mostram o impacto das ações de empresas na web.

Alguns exemplos de KPI são taxa de abandono de páginas, faturamento mensal e o quanto cada cliente representa para a empresa (também chamado de ticket médio). 

Estratégias de marketing para startups

Nos tópicos a seguir você vai ler sobre estratégias de marketing para sua empresa startup

Essas estratégias podem ser empregadas usando pouco dinheiro e podem render resultados expressivos.

Invista em marketing de conteúdo

Toda empresa nova no mercado quer mostrar suas qualidades, e o marketing de conteúdo é uma ação indicada para esses casos.

Por meio dela é possível mostrar os valores da empresa e trazer informações relevantes para o público, como informações sobre o funcionamento de uma distribuidora de embalagens sc.

Desse modo, ao invés de investir em estratégias de marketing invasivas, você vai estar divulgando sua empresa com posts realmente interessantes para as pessoas.

A longo prazo, sua startup vai ganhar uma boa reputação no mercado e se tornar referência no ramo de atuação dela.

Posicione-se nas redes sociais

Como já foi dito anteriormente, empresas ligadas ao ramo tecnológico precisam contar com uma comunicação digital eficiente.

Não deixe de criar perfis nas redes sociais. A partir deles você poderá se comunicar com mais facilidade com seus clientes e identificar as necessidades e os interesses deles.

Além de serem ótimas plataformas para divulgar e repercutir os conteúdos produzidos pela empresa.

No entanto, atenção: não se trata de manter perfis ativos em todas as redes sociais populares.

Estude previamente quais são as plataformas mais usadas pela sua base de clientes. Para assim, escolher aquelas que forem mais interessantes para a sua startup.

Faça e-mail marketing

Suponha que sua startup faça assessoria para o curso de socorrista em Jundiaí. Para garantir que as pessoas se interessem, por vezes um bom site e perfil nas redes não são suficientes.

Portanto, o e-mail marketing consiste em disparar e-mails direcionados para sua base de clientes.

Os e-mails podem conter mais informações sobre a empresa, assim como ofertas e promoções atrativas.

Essas são ferramentas importantes para guiar os leads pelo funil de vendas. De acordo com a posição de cada um na jornada de compra, conteúdos direcionados na caixa de entrada podem incentivar o consumidor a fechar negócio mais rápido.

Garanta que seus conteúdos sejam encontrados

A internet contém um número imensurável de conteúdos e páginas de diversos tipos. 

Felizmente, existem estratégias para fazer com que seu conteúdo seja visto por mais pessoas apesar da forte concorrência.

As técnicas de SEO (Search Engine Optimization ou otimização para mecanismos de busca) são uma série de técnicas voltadas para o bom posicionamento de páginas em plataformas de busca como o Yahoo! e Google.

Procure se informar sobre elas. Dados que a princípio podem parecer irrelevantes, como o link da sua página e a descrição dela no Google, influenciam diretamente a popularidade dos seus conteúdos e, assim, de seus negócios.

Imagine, por exemplo, que uma pessoa quer comprar uma cama casal unibox. A primeira coisa que ela vai fazer é pesquisar preços e opções na internet. Sendo assim, se ela encontrar um conteúdo rico de certa empresa ficará mais inclinada a escolhê-la na hora de comprar. 

Invista em anúncios

As startups têm muito a ganhar aproveitando as oportunidades de anunciar na web.

Enquanto anunciar pelos meios tradicionais demanda muito investimento, os anúncios virtuais são muito mais acessíveis.

Em sites como Google e redes sociais como Facebook e Instagram é possível programar e direcionar anúncios de acordo com uma série de informações da sua base de clientes.

Se você está começando uma empresa que produz expositor de frios pequenos, estude as possibilidades que os anúncios digitais oferecem.

Com um bom planejamento e investimento pontual você pode atingir públicos variados e ampliar consideravelmente sua relevância e influência no mercado.

Integre as equipes

Sua startup pode começar com poucos funcionários, mas a longo prazo ela vai crescer e expandir seus setores.

Quando isso acontecer, assegure que as equipes de marketing e vendas sejam devidamente integradas.

Elas são dependentes uma da outra. Sem as informações captadas pelo marketing os vendedores não têm as ferramentas necessárias para guiar leads

Do mesmo modo que o aumento das vendas é a grande razão de ser do marketing. Por isso, crie condições para que as duas áreas se comuniquem com agilidade e clareza.

Converse com seus funcionários para definir quais seriam as melhores maneiras de alcançar isso. Existe uma série de aplicativos de mensagem que podem sanar dificuldades eventuais.

Acompanhe as métricas

Como falamos acima, a mensuração dos resultados é fundamental para identificar as qualidades e os defeitos das ações que sua empresa está empregando.

Acompanhar constantemente essas métricas garante que falhas sejam corrigidas com agilidade. Assim, o prejuízo é menor e a efetividade aumenta.

Geralmente, esse acompanhamento é atribuição da equipe de marketing. Mas, tenha cuidado para não ser enganado pelas métricas de vaidade.

As métricas de vaidade são informações que à primeira vista podem parecer importantes, mas que no fim das contas não são tão valiosas.

Dados como número de seguidores, curtidas e compartilhamentos nas redes sociais podem dar uma falsa sensação de sucesso ou fracasso.

No entanto, esse tipo de dado é muito tendencioso, pois não revela realmente quem interagiu com o seu conteúdo ou quem fechou negócio com você.

Mantenha o foco em métricas que realmente digam algo sobre o impacto do seu empreendimento.

Pense em designs responsivos

Os smartphones estão entre os dispositivos mais utilizados para acessar a internet hoje. Sendo assim, as empresas precisam adequar seus sites e páginas para aparelhos móveis.

Um site com design responsivo, ou seja, que se adequa a diferentes aparelhos eletrônicos, tende a captar mais visitantes.

Se uma pessoa está pesquisando sobre plano de saude porto seguro individual preço pelo celular ou tablet e entra em um site que não comporta esse tipo de navegação, ela procurará por outra página.

As startups estão na vanguarda da atividade empresarial. As inovações estruturais precisam vir em conjunto com inovações na comunicação.

Com um marketing consistente sua empresa vai se consolidar mais rápido na mente do público e se tornará em uma referência no ramo de atuação.

Investir nessa área é pensar a longo prazo. Planeje, execute e mensure os resultados, assim, a longevidade da sua startup vai ser uma questão de tempo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Google Ads: entenda como escolher a melhor estratégia de lance

google-ads

Fazer anúncios na internet requer certos conhecimentos, e um dos mais importantes é saber detalhes sobre a estratégia de lance CPC ou SEO.

Plataformas como o Google Ads baseiam os anúncios nas formas de segmentação e nos tipos de lances.

A segmentação pode ser feita de acordo com informações como:

  • Localização;
  • Redes sociais;
  • Interações anteriores;
  • Dispositivos.

A escolha da estratégia de lance envolve certas variáveis, portanto, neste texto você vai conhecer as principais estratégias de lance com exemplos e dicas para escolher a melhor modalidade para o seu negócio.

Estratégias de lance: definição e exemplos

Os lances são tecnologias de inteligência artificial que se baseiam em dados anteriores para otimizar campanhas de anúncios.

Caso empresas de instalações elétricas industriais já possuam um histórico de campanhas no Google Ads, é possível utilizar as informações armazenadas na plataforma para prever os melhores lances.

Sendo assim, continue lendo para saber mais sobre os tipos de estratégias de lances.

Maximização de conversões

O objetivo desse lance é conseguir a maior taxa possível de conversões. Ele requer poucos dados prévios, então é adequado para testar a automação.

Uma empresa de ar condicionado para indústrias no RJ que deseja começar a usar o Google Ads pode apostar nessa estratégia de lance.

O prazo para que a plataforma “aprenda” a trabalhar com suas configurações pode variar entre duas e três semanas.

Até lá, controle seu orçamento e analise os resultados obtidos para dar os próximos passos.

Custo por Aquisição ou CPA

No Custo por Aquisição, a empresa paga de acordo com as interações proporcionadas pelos anúncios.

Em outras palavras, se um anúncio sobre câmara frigorifica em Campinas conquistou 20 cliques, a empresa que contratou a plataforma pagará apenas pelo custo desses 20 cliques.

Para calcular o CPA, basta dividir o valor investido na campanha pelo número total de vendas.

Essa é uma métrica muito valiosa para analisar o impacto de ações na web, quanto menor for seu CPA, maior é a vantagem do negócio. E vice-versa.

Retorno com Gastos de Anúncios ou ROAS

A base dessa estratégia de lance é dividir o valor da receita da empresa pelo investimento total em anúncios. Depois, multiplicar esse resultado por 100%.

O resultado é o ROAS, uma taxa percentual que indica quanto cada anúncio representa economicamente para o escritório despachante Curitiba centro, para citar um exemplo prático.

Para usar essa estratégia é recomendável ter, no mínimo, uma média de 50 conversões em 30 dias.

Custo por Clique Otimizado chamado de ECPC

O Custo por Clique Otimizado é ideal para aumentar as conversões oriundas de cliques manuais.

Essa estratégia ajusta os lances manuais de acordo com a probabilidade de geração de vendas daqueles cliques.

A base do ECPC é manter o valor do CPC médio abaixo do CPC máximo permitido. Ele utiliza dados como navegador utilizado, hora e localização para personalizar os lances.

Dessa maneira, profissionais dedicados a emplacamento de veículos em Londrina podem avaliar com segurança o impacto da campanha antes de passar a investir valores maiores nela.

Entrega acelerada

Com a entrega acelerada seus anúncios terão a exibição aumentada no período de tempo pré-determinado.

Sendo assim, confira os dados estatísticos das suas campanhas e identifique qual é o horário de maior tráfego.

Portanto, configure a entrega acelerada para ocorrer durante os horários mais movimentados. Não se esqueça de definir o limite de orçamento.

Inserção dinâmica de palavras-chaves

Essa ferramenta permite que as palavras-chaves de um grupo de anúncios sejam combinadas com as palavras utilizadas nas pesquisas em mecanismos de busca.

O mecanismo é simples: o Google Ads coloca um código predefinido em um anúncio. À medida que as pesquisas dos usuários acontecerem, esse código vai ser substituído pelas palavras-chaves populares.

A inserção dinâmica de palavras-chaves é uma maneira avançada de atrair mais cliques, e a longo prazo, mais conversões.

Lance sazonal

Da mesma forma que existem períodos em que os anúncios são mais populares, há épocas em que o tráfego é baixo.

Para economizar sem precisar pausar totalmente os anúncios, considere adotar o lance sazonal.

Por exemplo, uma dona de floricultura percebeu que seu site tem muito mais visitas em datas comemorativas do que em dias normais.

A partir daí, ela passou a investir em lances sazonais no Dia das Mães e no Dia dos Namorados.

Identificar as épocas em que seu produto é mais procurado é de extrema importância para otimizar seus investimentos em publicidade.

Como analisar ações de conversão?

As ações de conversão consistem nas ações que são despertadas a partir dos anúncios. Acompanhá-las é fundamental para manter as estratégias em evidência.

Uma ação de conversão pode ser:

  • Compra;
  • Preenchimento de formulários;
  • Tempo de permanência nas páginas;
  • Ligações;
  • Produtos no carrinho.

Há certas estratégias relacionadas às ações de conversão que são vitais para que o desempenho das campanhas seja maximizado. 

Rastreie cada conversão

Toda estratégia de marketing digital tem que ser acompanhada cuidadosamente. Com as conversões não é diferente.

A empresa produtora de piso autonivelante preço m2 deve monitorar cada compra a fim de identificar o que está dando certo e o que pode ser melhorado.

No Google Ads é possível configurar as chamadas Tags de Rastreio.

Essa configuração depende de alterações no código-fonte da plataforma. Procure especialistas para completar essa modificação. 

Defina os modelos de atribuição

Considere que o site de uma fabricante de bollards de segurança esteja experimentando uma alta nas visitas mensais.

São várias pessoas diferentes acessando um mesmo site. Cada uma tem um perfil e se move de maneiras variáveis no funil de vendas.

Desse modo, cada lead terá uma situação própria. Cabe à empresa identificar cada uma delas e agir conforme o necessário para conseguir novas conversões.

Os modelos de atribuição servem para distribuir os créditos de conversão a diferentes leads.

Existem seis tipos diferentes de modelos de atribuição. O mais popular é o Modelo Baseado em Posição, que atribui 40% da conversão ao primeiro clique, 40% ao último e 20% a outras interações no site.

Como escolher a estratégia de lance?

A escolha da estratégia de lance adequada para a sua empresa depende de uma série de aspectos. Portanto, prossiga a leitura dos tópicos abaixo para saber mais.

Pense em metas

É preciso saber com exatidão quais são as metas por trás das campanhas de anúncios.

Se o seu objetivo for gerar tráfego para posts sobre emitir CRLV digital Bahia, foque na melhor forma de ter mais cliques. Investir em lances de Custo por Clique (CPC) é indicado.

Por outro lado, se a meta principal é aumentar exponencialmente as conversões, é mais adequado apostar na Maximização de Conversões.

O Custo por Aquisição é interessante quando a empresa tem muitos leads no funil de vendas e precisa administrá-los de forma otimizada.

Tenham em mente o porte da empresa

É importante salientar que cada estratégia leva em conta o limite de orçamento programado no Google Ads.

A definição dos lances passa pela avaliação do orçamento disponível e do retorno esperado.

O ideal é começar investindo minimamente, e à medida que as campanhas surtirem efeito, gradativamente aumentar o investimento.

Isso evita que sua empresa se endivide antes mesmo de colher os frutos de todo o trabalho feito.

Natureza do produto

Existem produtos que dependem de determinado tempo para serem comprados de novo. Alguns exemplos: rações para animais, bebidas, móveis e eletrodomésticos.

Todos esses tipos de produtos são semelhantes por durarem por tempos consideráveis, ou seja, nem sempre compensa anunciar por muito tempo.

O ideal é acompanhar o pós-venda de cada cliente e identificar quanto tempo leva para que os mesmos perfis voltem a comprar os produtos.

A fidelização também depende de ofertas e conteúdos personalizados.

Um jovem executivo que acabou de adquirir uma nova geladeira não verá sentido em conferir novas ofertas de produtos semelhantes. 

Por outro lado, investir em outras formas de fidelização, como marketing de conteúdo, é mais indicado.

Considerações finais

Este texto procurou fazer um pequeno panorama das possibilidades relativas às estratégias de lances no Google Ads. E de responder perguntas de diversas pessoas que tem duvida de como ganhar dinheiro na internet utilizando a ferramenta publicitaria mais conhecida do mundo digital chamada de Adwords e hoje atual chamada de Google Ads. 

Tenha em mente que a escolha das estratégias depende dos objetivos de cada campanha.

Existem diversos tipos de lance que podem ser alternados ou combinados em uma mesma estratégia.

Ter ferramentas para acompanhar cada lead no funil de vendas é vital. Quanto mais informações sobre os clientes a empresa tem, maior é o alicerce para apostar em estratégias mais assertivas e ambiciosas.

Portanto, analise suas possibilidades e faça investimentos que tenham retorno.

Os anúncios virtuais são uma grande porta de entrada para construir uma reputação expressiva na web. Agora você tem informações valiosas para utilizá-los com excelência.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Josie Priscila pré candidata a vereadora na cidade de São Paulo 2020

josie priscila

Josie Priscila Pereira ou apenas “Jô da Leste” graduada em direito pela universidade da cidade de Mogi das cruzes foi assessora técnica do centro estadual de educação tecnológico Paula Souza.  Agregando ainda mais seu curriculum a pré-candidata a vereadora por São Paulo tem experiência no setor de ciência politica com foco em gestão de politicas publicas.

Galgada de todo saber técnico na gestão com ênfase em politicas publicas principalmente na area da educação a então pré-candidata a vereadora por São Paulo pelo partido do PSDB Josie Priscila ou como é conhecida em sua comunidade onde reside na zona leste de SP a Jô da Leste, foi convidada para fazer parte da gestão do ministério da educação MEC do governo federal, do atual presidente Jair Messias Bolsonaro.

No dia 11 o ministro-chefe substituto da casa civil, Abrham Weintraub, trouxe três nomeações. entre elas, surge o nome da Josie Priscila “Jô da Leste” quem diria um jovem mulher que lutou e batalhou desde jovem nas periferias de São Paulo correu atras dos seus sonhos sempre olhando para o futuro  e superando todas as dificuldades que a vida dura lhe impôs a Jô da Leste é nomeada para ser chefe de gabinete do ministro da educação no  governo de Jair Bolsonaro.

Enfim pela primeira vez na historia da zona leste de São Paulo uma jovem mulher chega ao mais alto cargo do primeiro escalão de um governo federal da republica federativa do Brasil.

Em nota o MEC afirmou que está buscando um forma de reorganizar e estruturar o ministério e que Jô da Leste (Josie Priscila) é uma peça fundamental para o governo de Jair Bolsonaro.

7 hábitos saudáveis para melhorar sua vida sexual

Algumas mudanças no estilo de vida podem melhorar sua vida sexual, aumentar a libido e ajudar com problemas sexuais, como disfunção sexual feminina e disfunção erétil.

 

Maneiras saudáveis ​​de aumentar sua libido

Hábitos saudáveis ​​e mudanças no estilo de vida podem aumentar a libido, melhorar sua vida sexual e possivelmente ajudar a resolver problemas como disfunção erétil e disfunção sexual feminina. A excitação e a função sexual dependem de um sistema cardiovascular saudável e de uma boa saúde geral, de modo que tanto homens quanto mulheres podem melhorar sua vida sexual mantendo um estilo de vida saudável. É claro que existem alguns produtos encontrados em qualquer sexshop que pode dar aquela colaboração para o casal.

 

Parar de fumar

A nicotina do tabaco é um vasoconstritor potente. Ele estreita os vasos sanguíneos, o que pode causar danos nas artérias e veias. Os pequenos vasos sanguíneos do pênis são especialmente suscetíveis a danos – portanto, fumar pode ter um efeito negativo em sua vida sexual. Mas há algo que você pode fazer a respeito: parar de fumar pode melhorar sua vida sexual e aumentar a baixa libido .

 

Exercício

O exercício regular pode ajudar homens e mulheres a melhorar sua vida sexual e aumentar a libido. O exercício de rotina mantém o sistema cardiovascular saudável, importante para a libido e as ereções.

O exercício também pode aumentar os níveis de hormônios sexuais, bem como endorfinas , ajudar as mulheres a se sentirem melhor e melhorar a imagem corporal, de acordo com Jennifer Berman, MD, urologista e especialista em medicina sexual feminina e diretora do Centro de Bem-Estar Feminino Berman em Beverly Hills, Na Califórnia

 

Reduzir o estresse

Técnicas de controle do estresse , como meditação e ioga, também podem ajudar a melhorar sua vida sexual. “O estresse é um assassino silencioso – pior em alguns aspectos do que doenças cardíacas ou mesmo câncer”, diz o Dr. Berman.

“É auto-induzido, envelhece o corpo e é gradual.” O estresse também aumenta os níveis de cortisol e adrenalina , que podem interferir nos hormônios da resposta sexual. “Hormônios de cura são liberados durante a meditação”, diz Berman.

 

Durma mais

A falta de sono tem sido associada à disfunção erétil e problemas de resposta sexual feminina. Tal como acontece com os métodos de redução do estresse, hormônios benéficos são liberados durante o sono, diz Berman. “Se o sono é interrompido por apnéia, estresse, medicação e assim por diante, isso afeta a química do cérebro, bem como o humor.” Descansar o suficiente pode ajudar a aumentar sua libido e melhorar sua vida sexual.

 

Limite o consumo de álcool

Com moderação, o vinho tinto e outras bebidas alcoólicas podem ter alguns benefícios . Beber pode ser libertador, e parte do álcool (como o vinho tinto) contém flavonóides, que podem ajudar a proteger contra certas doenças como doenças cardíacas e alguns tipos de câncer. Mas, em excesso, o álcool é uma droga depressora. E pode exacerbar a ansiedade, diz Berman. Recomenda-se manter o consumo de álcool em um nível moderado. Isso significa um drinque por dia para as mulheres e dois para os homens.

 

Consumir menos cafeína

A cafeína é um vasoconstritor, o que significa que pode ter um efeito negativo no fluxo sanguíneo. Mas há evidências de que o chocolate, que contém alguma cafeína, pode ter um efeito positivo na libido. Embora não haja nenhuma prova definitiva que ligue a cafeína à disfunção erétil ou distúrbio da excitação sexual feminina , os médicos sabem que a cafeína pode restringir os vasos sanguíneos, portanto, manter o consumo em níveis moderados pode ser a melhor prática quando se trata de libido e uma vida sexual saudável .

 

Coma de forma saudável

Comer uma dieta rica em frutas e vegetais coloridos e ricos em antioxidantes é ótimo para uma boa saúde geral, que por sua vez pode ajudar a aumentar sua libido e melhorar sua vida sexual. A dieta mediterrânea , baseada em frutas e vegetais saudáveis ​​e alimentos com ácidos graxos ômega-3, é excelente para uma boa saúde sexual , diz Berman.

Ela acrescenta que suplementos como um multivitamínico e antioxidantes como CoQ10 e licopeno (que ajuda a prevenir o câncer de próstata ) também podem ajudar a aumentar a libido. Certifique-se de conversar com seu médico sobre quaisquer suplementos para que possa encontrar as melhores opções para você.

Marketing 4.0: o que é e quais as estratégias?

O termo marketing 4.0 é designado para expressão o marketing digital. Um dos maiores teóricos, Philip Kotler, descreve uma nova era onde as pessoas interessadas em determinado produto/serviço de qualidade, recorrem a internet. Também utilizado para descrever a relação de cliente/empresa que é cada vez mais pessoal 

Você pode até não saber o que é o marketing 4.0, mas é muito provável que você já o encontrou em suas últimas compras. 

Isso porque a internet certamente fez parte da jornada de sua compra, senão em toda ela. 

É muito provável que você tenha buscado sobre seu produto no Google e depois efetuou a compra em alguma loja física, decidiu curtir um post no Facebook que te orientou no momento da compra, ou até mesmo tenha lido uma avaliação positiva de seu produto numa determinada página antes de decidir onde e qual produto você iria comprar. 

E se você tenha feito algo parecido, certamente sabe a influência digital que estamos tendo perante as nossas decisões de consumo.

Neste post você verá quais as estratégias e do que se trata o marketing 4.0!

marketing

O que é Marketing 4.0?

Antes de entramos na tendência do marketing 4.0, é essencial que você saiba o conceito do marketing.

Marketing diz respeito ao compreendimento de uma atividade, destinada a entender e atender as necessidades dos consumidores.

Mas não se trata apenas da parte da divulgação, sua função vão além disso. 

Para que você compreenda melhor, saiba o significado dos 4 P’s no marketing.

Produto: é designado há tudo aquilo que uma empresa oferece ao seu consumidor, seja um produto em si, serviço ou ideia. 

Compreendido para atender as demandas do mercado. 

Ou seja, o marketing daqui vai compreender as necessidades dos clientes e desenvolver uma solução;

Preço: é exatamente o que é: o preço de um produto. 

Também compreendido ao valor que se agregada a um produto/serviço, pois tudo tem um preço agregado. 

O marketing vai definir o preço do produto, fazendo comparações com seus concorrentes, estudar o custo da produção e então definir um preço no mercado. 

Praça: é o local onde você vai disponibilizar os seus produtos. Aqui, o marketing vai identificar a melhor opção de onde disponibilizar seus produtos/serviços.

Trata-se desde a localização geográfica de uma loja, até as prateleiras do mercado.

Promoção: é a forma de como o produto vai ser divulgada 

Aqui, o trabalho do marketing é fazer a publicidade e a propaganda. E isso requer muito estudo.

Vão haver pesquisas do interesse do público, linguagem, informações socioeconômicas e outros. 

Conceito de Marketing 4.0

Segundo Philip Kotler, atualmente estamos vivendo numa nova forma de marketing. Ele define que o cenário atual, as marcas precisam estar mais preparadas com o relacionamento mais próximo de seus clientes, onde eles não buscam mais só o produto, e sim o conhecimento, conteúdo e a troca de aprendizado. 

A conexão entre os canais de marketing e a interação são fundamentais. Lembre-se que isso não quer dizer que o marketing tradicional deve ser deixado de lado. Quando, na verdade, os dois se completam e tornam as estratégias cada vez mais assertivas. 

Pode-se dizer que o marketing 4.0 é ainda mais humano e próximo de seus consumidores. E você precisa levar em consideração esse sentimento, bem como as transformações que ocorrem na sociedade e no mundo digital, tendências, e principalmente, a busca dos conteúdos de qualidade. 

Mudanças dos 4 P’s para os 4 C’s

As mudanças no comportamento humano perante as mídias sociais são tão profundas que até os 4 P’s precisam ter adaptação.

Os 4 C’s que são referência: clientes, custo, conveniência e conversação. 

Clientes: No marketing 4.0 a preocupação com os produtos é substituída pela atenção dos clientes. 

Vale lembrar que esses clientes são de uma geração diferente, a geração conectada. 

O público tem o poder de criar diálogos com a empresa, expressando suas opiniões e fazendo críticas aos produtos. 

E isso vai além, pois o cliente é quem vai divulgar a marca. 

As pessoas estão cada vez mais resistentes aos anúncios, dando preferência as indicações que ouviram de outros consumidores. 

Custo: Todos os valores que estão ligados com a decisão do consumidor são levados em conta. 

Assim como as questões de tempo, distância, dificuldade e afins são levados em conta na hora da elaboração do preço. 

Conveniência: O cliente dessa geração busca por facilidade. Ou seja, a praça foi substituída pela conveniência. 

Ter a possibilidade de divulgar seus produtos e serviços nas plataformas digitais é essencial para aqueles que querem vender.

Investir em ferramentas como o e-commerce, buscadores da internet, entre outros, é o que diferencia sua empresa das demais concorrentes. 

Conversação

Os consumidores online querem dialogar. 

Um negócio capaz de criar conteúdos relevantes, com interesses comuns, é o que atrai os consumidores. 

E por isso é importante estar on-line. Você precisa deixar que sua empresa seja encontrada em todos os lugares da internet.

Evolução do marketing

Kotler teorizou sobre as constantes mudanças na sociedade e em como as empresas se adaptaram perante a elas, desde os primeiros passos do marketing. Veja a seguir a evolução do marketing 1.0 até o 4.0

Marketing 1.0

No primeiro estágio, era bastante baixa a concorrência entre as empresas, pois as opções dos consumidores não eram tantas. 

Por isso seu foco era voltado nos produtos e produção. Pois não existia um público-alvo. Bastava efetuar uma divulgação, mantendo o foco na funcionalidade dos produtos. 

Marketing 2.0

Neste segundo momento, as empresas passam a concorrer de maneira acirrada. Existe uma preocupação maior em como construir sua marca, dando uma identidade a empresa para a diferenciar das outras. 

Os consumidores também mudam, sendo mais exigentes, pois as opções de escolhas aumentam.

E com isso surge a segmentação do mercado,com o objetivo de identificar o grupo de consumidores. Ou seja, ao se diferenciar de seus concorrentes, as empresas vão atender as necessidades e desejos de seu segmento. 

Marketing 3.0

É bastante recente. E ao invés da segmentação, a aposta das empresas é na personalização. Os seres humanos fazem parte de grupos, mas cada pessoa é única. 

Portanto, os consumidores deixam de serem tratados como meros compradores. Passam a serem tratados como o ser humano que é, cada um tendo sua história, valores e toda a complexidade envolta. 

E é por isso que as empresas de hoje investem em valores humanos. Pois isso gera identificação com cada uma das pessoas, adotando propósitos e identificando suas causas.

E é isso que as pessoas esperam de uma marca. E não só que criem e vendam seus produtos. 

Marketing 4.0

As mudanças do marketing 3.0 já está acontecendo na internet. Mas a revolução digital foi tão impactante que Philip Kotler criou um novo conceito para este novo cenário. 

Vale lembrar que o marketing 4.0 não vem para substituir o 3.0. Pois as empresas devem se manter focadas nos seres humanos para assumir a personalidade de sua marca. Mas o cenário tecnológico assume um grande papel na transformação, e o ser humano também tem que ser entendido nesse contexto. 

Mas mesmo que surjam novos conceitos, eles não apagam os estágios passados. Ou você acha que não existem mais empresas que focam só em seus produtos? E em setores de marketing que se referem às pessoas como público-alvo, sem dar importância para a voz dos seres humanos?

O surgimento de novos conceitos não exclui os estágios passados. Ou você acha que não existem empresas que focam em seus próprios produtos? E setores de marketing que se referem somente ao público-alvo, sem dar voz aos seres humanos?

Isso tudo ainda é bastante presente no mercado. E é por isso que as empresas que investem em se adaptar com os novos conceitos, estão há muitos passos na frente de outras. 

Estratégia 4.0 no Brasil 

Essa nova estratégia ainda não chegou para todos os mercados. 

Existem especialistas que dizem que em alguns países esse marketing será só uma promessa. 

Inclusive no Brasil, onde a fase está parada no 3.0, mas existem indícios dessa nova modalidade chegando. 

Como utilizar essa modalidade em seu negócio

Depois de compreender os conceitos, saiba quais são as estratégias utilizadas para aplicar em seu negócio. Entre isso, podemos citar:

  • Criar perfis em redes sociais;
  • Criar conteúdos de qualidade;
  • Implantar técnicas de SEO;
  • Ter um site responsivo, que se adequa em um mobile;
  • Manter as informações em suas redes sociais sempre atualizadas;
  • Se manter frequente nas redes sociais;
  • Conhecer seu público-alvo;
  • Fazer interações nas redes, respondendo postagens, pedindo sugestões de seus consumidores, entre outros;
  • Se manter aproximado de seu consumidor, oferecendo uma melhor experiência;
  • Otimizar a vida de seus consumidores, mantendo seu tempo economizado e oferecendo soluções;
  • Humanizar sua marca, fazendo com que o cliente sinta-se mais próximo e se identifique com a empresa.

Quando você decide abraçar uma transformação digital, significa a mudança de uma cultura que foi construída a tempos. Pois por muito tempo as empresas tratavam as pessoas como massas, fazendo a escolha de seus veículos apenas por fama ou achismo. 

O marketing 4.0 pede por novas posturas. E é por conta disso que as empresas precisam de orientação para obter a compreensão do ser humano na economia digital, analisando dados para fazer suas decisões.

Afinal, quando a tecnologia evolui, o marketing também precisa de evolução. 

Mas isso não abrange só a mudança estrutural das empresas, é preciso colocar a tecnologia em papel central para melhorar o desempenho. 

Curso Pensão alimentícia: conceito e suas particularidades

Para entender o que é pensão alimentícia, primeiramente, é de suma importância que se desmistifique o fato de só abordar sobre verbas relacionadas aos alimentos do beneficiado.

A pensão alimentícia compreende tudo que for considerado necessário para a manutenção de uma pessoa humana, considerando os mais diferentes valores necessários para uma vida digna. Firme-se que o tema é estudado na seção de Direito de Família, no curso de Direito.

Isto é, em suma, podemos entender a pensão alimentícia como o montante necessário para custear as despesas de quem não tem meios próprios de subsistência. É importante ressaltar que os gastos na pensão alimentícia não alcançam aqueles considerados supérfluos, luxuosos ou aqueles decorrentes de vícios pessoais.

Porém, podemos citar como exemplos de doutrinadores Cristiano Chaves e Nelson Rosenvald, os quais entendem que, na pensão alimentícia, incluem-se tanto as despesas ordinárias (como por exemplo, gastos com alimentação, habitação, vestuário, educação, assistência médica, cultura e lazer), quanto as despesas extraordinárias (que envolve gastos em farmácia, vestuário escolar, provisão de livros educativos).

Com relação à educação, se comprovada a necessidade, não só tem direito à pensão a criança, como também o cônjuge, em casos que comprove que ele deixou de estudar para cuidar do filho. Porém, se o cônjuge já tem graduação ele perde o direito, de acordo com o artigo 1694 do Código Civil.

Para entrar com pedido de pensão alimentícia, a mãe ou o pai precisam de documentos que provem a condição de filho (certidão de nascimento), documentos do pai e da mãe e provas de bens materiais do pai ou da mãe. Com os documentos em mãos, a pessoa deve procurar um advogado da área civil, para que ele dê entrada no pedido de pensão alimentícia.

pensão-alimenticia

TRANSFERÊNCIA DE ALIMENTOS

Dito isso, primeira observação a ser feita é que essa pensão alimentícia não pode ser repassada a ninguém, pois este direito a alimentos não admite transferência (gratuita ou onerosa), como também não é permitido a compensação em dívidas – seja elas de qualquer natureza. Ademais, os alimentos não podem ser objeto de penhora, e tem preferência de pagamento nos casos de concurso de credores.

CURSO DO TEMPO

Após a conceituação e contextualização acerca do tema, discute-se o tempo a qual a pensão alimentícia incorre. A manutenção prestada pelos alimentos destina-se ao futuro, e não sendo exigível para o passado. Para entender, raciocina-se de forma que, se quem recebe já consegui manter-se durante um tempo, não há justificativa para a concessão de alimentos se referir ao pretérito.

E NOS CASOS DE PRESTAÇÕES SUCESSIVAS?

Nos casos em que a pensão alimentícia precisa ser paga em prestações sucessivas, aquele que paga se submete aos danosos efeitos de inflação, o que pode comprometer o valor a ser pago. Por esse motivo, é fundamental que os alimentos sejam fixados com a indicação de um critério (seguro) de correção de valor, mantendo, desse modo, o seu caráter atual.

MOMENTO DE PEDIR ALIMENTOS

Os alimentos podem ser pleiteados desde a concepção do bebê conforme previsão legal (Lei 11.804/08 – Alimentos Gravídicos) para os alimentos com o objetivo de proteger o nascituro. O rol de despesas abrange alimentação, assistência médica e psicológica, exames complementares, internações, parto, medicamentos e demais prescrições preventivas e terapêuticas, a juízo do médico. Esses chamados “alimentos gravídicos” são destinados à mulher gestante, e eles devem ser pleiteados até o parto.

O direito de obter, em juízo, a fixação de uma pensão alimentícia pode ser exercido a qualquer tempo, presentes os requisitos exigidos por lei. A validade da pensão pode variar de caso a caso. O filho não perde o direito à pensão quando completa a maioridade aos 18 anos; ele pode receber o benefício até os 24 anos, se comprovada a necessidade, ou até o término da faculdade, no caso de cursar uma graduação.

QUEM PODE PEDIR PENSÃO ALIMENTÍCIA?

O Código Civil estabelece que: “Podem os parentes, os cônjuges ou companheiros pedir uns aos outros os alimentos de que necessitem para viver de modo compatível com a sua condição social, inclusive para atender às necessidades de sua educação” (Artigo 1.694 do Código Civil).

Assim, é possível pedir alimentos:

– Ao cônjuge ou companheiro que não comunguem mais a vida em comum (divorciados ou separados de fato), desde que haja a demonstração de não ter condições de prover a própria sobrevivência

– Aos ascendentes (pais, avós)

– Aos descendentes (filhos, netos)

– Aos irmãos.

*Os demais parentes: tios e sobrinhos (parente 3º grau), tios-avôs e sobrinhos-netos, e os primos entre si (parente 4º grau) não poderiam ser forçados ao pagamento de alimentos, tendo como fundamento o artigo 1.697 do Código Civil.

Conforme pontua Conrado Paulino, existem argumentos esparsos na doutrina admitindo a possibilidade de se pleitear alimentos em relação aos tios e sobrinhos, em razão de que na ordem sucessória existe a possibilidade de que os parentes na linha colateral, até o quarto grau podem herdar, contudo, importante ressaltar que, na atualidade, doutrina e jurisprudência estão inclinadas a afastar tal possibilidade. Ou seja, pedir ou não alimentos aos tios e sobrinhos não é questão pacífica doutrinária.

PENSÃO ALIMENTÍCIA PODE SER PEDIDA AOS AVÓS?

O pagamento de pensão alimentícia feita por avôs é excepcional, isto é, responsabilidade dos avós é entendida como subsidiária e complementar à responsabilidade dos pais.

O entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ), se manifesta no sentido de que se exige alimentos dos avôs, tão somente, em caso de impossibilidade de cumprimento da prestação, ou de cumprimento insuficiente, pelos genitores. Ou seja, apenas quando o pai e mãe não conseguem arcar com o sustento dos filhos ou consegue apenas de maneira parcial.

Portanto, se o pai ou a mãe tiver(em) condições de arcar com o sustento do filho, ainda que sozinho, não se obriga os avós pagarem pensão alimentícia.

CÔNJUGES E COMPANHEIROS NO PAGAMENTO DE PENSÃO ALIMENTÍCIA?

Os cônjuges devem-se mútua assistência, mas essa regra somente vale nos casos em que um dos dois não tem nenhuma condição de manter o próprio sustento. Atualmente o judiciário tem concedido alimentos transitórios, geralmente entre 6 (seis) meses e 2 (dois) anos, quando verifica que há dependência econômica de um dos cônjuges/companheiros em relação ao outro. Neste caso, porque entende-se que o adulto, ressalvada as exceções, pode trabalhar para garantir seu sustentar, além das demais despesas.

Ficou alguma dúvida? Conte-nos!

Fique atento nas nossas próximas postagens, abordaremos mais particularidades do tema.

Autora: Ana Clara Barros, redatora e estudante de Direito.

Concurso Público Prefeitura Municipal de Rio Quente

A Prefeitura Municipal de Rio Quente vem através desta informar a todos os Candidatos as seguinte alterações no Edital do Concurso e Curso

motorista

A Prova Prática dos Motoristas sera dia  12/02/2012.

Carregar mais