Marketing 4.0: o que é e quais as estratégias?

O termo marketing 4.0 é designado para expressão o marketing digital. Um dos maiores teóricos, Philip Kotler, descreve uma nova era onde as pessoas interessadas em determinado produto/serviço de qualidade, recorrem a internet. Também utilizado para descrever a relação de cliente/empresa que é cada vez mais pessoal 

Você pode até não saber o que é o marketing 4.0, mas é muito provável que você já o encontrou em suas últimas compras. 

Isso porque a internet certamente fez parte da jornada de sua compra, senão em toda ela. 

É muito provável que você tenha buscado sobre seu produto no Google e depois efetuou a compra em alguma loja física, decidiu curtir um post no Facebook que te orientou no momento da compra, ou até mesmo tenha lido uma avaliação positiva de seu produto numa determinada página antes de decidir onde e qual produto você iria comprar. 

E se você tenha feito algo parecido, certamente sabe a influência digital que estamos tendo perante as nossas decisões de consumo.

Neste post você verá quais as estratégias e do que se trata o marketing 4.0!

marketing

O que é Marketing 4.0?

Antes de entramos na tendência do marketing 4.0, é essencial que você saiba o conceito do marketing.

Marketing diz respeito ao compreendimento de uma atividade, destinada a entender e atender as necessidades dos consumidores.

Mas não se trata apenas da parte da divulgação, sua função vão além disso. 

Para que você compreenda melhor, saiba o significado dos 4 P’s no marketing.

Produto: é designado há tudo aquilo que uma empresa oferece ao seu consumidor, seja um produto em si, serviço ou ideia. 

Compreendido para atender as demandas do mercado. 

Ou seja, o marketing daqui vai compreender as necessidades dos clientes e desenvolver uma solução;

Preço: é exatamente o que é: o preço de um produto. 

Também compreendido ao valor que se agregada a um produto/serviço, pois tudo tem um preço agregado. 

O marketing vai definir o preço do produto, fazendo comparações com seus concorrentes, estudar o custo da produção e então definir um preço no mercado. 

Praça: é o local onde você vai disponibilizar os seus produtos. Aqui, o marketing vai identificar a melhor opção de onde disponibilizar seus produtos/serviços.

Trata-se desde a localização geográfica de uma loja, até as prateleiras do mercado.

Promoção: é a forma de como o produto vai ser divulgada 

Aqui, o trabalho do marketing é fazer a publicidade e a propaganda. E isso requer muito estudo.

Vão haver pesquisas do interesse do público, linguagem, informações socioeconômicas e outros. 

Conceito de Marketing 4.0

Segundo Philip Kotler, atualmente estamos vivendo numa nova forma de marketing. Ele define que o cenário atual, as marcas precisam estar mais preparadas com o relacionamento mais próximo de seus clientes, onde eles não buscam mais só o produto, e sim o conhecimento, conteúdo e a troca de aprendizado. 

A conexão entre os canais de marketing e a interação são fundamentais. Lembre-se que isso não quer dizer que o marketing tradicional deve ser deixado de lado. Quando, na verdade, os dois se completam e tornam as estratégias cada vez mais assertivas. 

Pode-se dizer que o marketing 4.0 é ainda mais humano e próximo de seus consumidores. E você precisa levar em consideração esse sentimento, bem como as transformações que ocorrem na sociedade e no mundo digital, tendências, e principalmente, a busca dos conteúdos de qualidade. 

Mudanças dos 4 P’s para os 4 C’s

As mudanças no comportamento humano perante as mídias sociais são tão profundas que até os 4 P’s precisam ter adaptação.

Os 4 C’s que são referência: clientes, custo, conveniência e conversação. 

Clientes: No marketing 4.0 a preocupação com os produtos é substituída pela atenção dos clientes. 

Vale lembrar que esses clientes são de uma geração diferente, a geração conectada. 

O público tem o poder de criar diálogos com a empresa, expressando suas opiniões e fazendo críticas aos produtos. 

E isso vai além, pois o cliente é quem vai divulgar a marca. 

As pessoas estão cada vez mais resistentes aos anúncios, dando preferência as indicações que ouviram de outros consumidores. 

Custo: Todos os valores que estão ligados com a decisão do consumidor são levados em conta. 

Assim como as questões de tempo, distância, dificuldade e afins são levados em conta na hora da elaboração do preço. 

Conveniência: O cliente dessa geração busca por facilidade. Ou seja, a praça foi substituída pela conveniência. 

Ter a possibilidade de divulgar seus produtos e serviços nas plataformas digitais é essencial para aqueles que querem vender.

Investir em ferramentas como o e-commerce, buscadores da internet, entre outros, é o que diferencia sua empresa das demais concorrentes. 

Conversação

Os consumidores online querem dialogar. 

Um negócio capaz de criar conteúdos relevantes, com interesses comuns, é o que atrai os consumidores. 

E por isso é importante estar on-line. Você precisa deixar que sua empresa seja encontrada em todos os lugares da internet.

Evolução do marketing

Kotler teorizou sobre as constantes mudanças na sociedade e em como as empresas se adaptaram perante a elas, desde os primeiros passos do marketing. Veja a seguir a evolução do marketing 1.0 até o 4.0

Marketing 1.0

No primeiro estágio, era bastante baixa a concorrência entre as empresas, pois as opções dos consumidores não eram tantas. 

Por isso seu foco era voltado nos produtos e produção. Pois não existia um público-alvo. Bastava efetuar uma divulgação, mantendo o foco na funcionalidade dos produtos. 

Marketing 2.0

Neste segundo momento, as empresas passam a concorrer de maneira acirrada. Existe uma preocupação maior em como construir sua marca, dando uma identidade a empresa para a diferenciar das outras. 

Os consumidores também mudam, sendo mais exigentes, pois as opções de escolhas aumentam.

E com isso surge a segmentação do mercado,com o objetivo de identificar o grupo de consumidores. Ou seja, ao se diferenciar de seus concorrentes, as empresas vão atender as necessidades e desejos de seu segmento. 

Marketing 3.0

É bastante recente. E ao invés da segmentação, a aposta das empresas é na personalização. Os seres humanos fazem parte de grupos, mas cada pessoa é única. 

Portanto, os consumidores deixam de serem tratados como meros compradores. Passam a serem tratados como o ser humano que é, cada um tendo sua história, valores e toda a complexidade envolta. 

E é por isso que as empresas de hoje investem em valores humanos. Pois isso gera identificação com cada uma das pessoas, adotando propósitos e identificando suas causas.

E é isso que as pessoas esperam de uma marca. E não só que criem e vendam seus produtos. 

Marketing 4.0

As mudanças do marketing 3.0 já está acontecendo na internet. Mas a revolução digital foi tão impactante que Philip Kotler criou um novo conceito para este novo cenário. 

Vale lembrar que o marketing 4.0 não vem para substituir o 3.0. Pois as empresas devem se manter focadas nos seres humanos para assumir a personalidade de sua marca. Mas o cenário tecnológico assume um grande papel na transformação, e o ser humano também tem que ser entendido nesse contexto. 

Mas mesmo que surjam novos conceitos, eles não apagam os estágios passados. Ou você acha que não existem mais empresas que focam só em seus produtos? E em setores de marketing que se referem às pessoas como público-alvo, sem dar importância para a voz dos seres humanos?

O surgimento de novos conceitos não exclui os estágios passados. Ou você acha que não existem empresas que focam em seus próprios produtos? E setores de marketing que se referem somente ao público-alvo, sem dar voz aos seres humanos?

Isso tudo ainda é bastante presente no mercado. E é por isso que as empresas que investem em se adaptar com os novos conceitos, estão há muitos passos na frente de outras. 

Estratégia 4.0 no Brasil 

Essa nova estratégia ainda não chegou para todos os mercados. 

Existem especialistas que dizem que em alguns países esse marketing será só uma promessa. 

Inclusive no Brasil, onde a fase está parada no 3.0, mas existem indícios dessa nova modalidade chegando. 

Como utilizar essa modalidade em seu negócio

Depois de compreender os conceitos, saiba quais são as estratégias utilizadas para aplicar em seu negócio. Entre isso, podemos citar:

  • Criar perfis em redes sociais;
  • Criar conteúdos de qualidade;
  • Implantar técnicas de SEO;
  • Ter um site responsivo, que se adequa em um mobile;
  • Manter as informações em suas redes sociais sempre atualizadas;
  • Se manter frequente nas redes sociais;
  • Conhecer seu público-alvo;
  • Fazer interações nas redes, respondendo postagens, pedindo sugestões de seus consumidores, entre outros;
  • Se manter aproximado de seu consumidor, oferecendo uma melhor experiência;
  • Otimizar a vida de seus consumidores, mantendo seu tempo economizado e oferecendo soluções;
  • Humanizar sua marca, fazendo com que o cliente sinta-se mais próximo e se identifique com a empresa.

Quando você decide abraçar uma transformação digital, significa a mudança de uma cultura que foi construída a tempos. Pois por muito tempo as empresas tratavam as pessoas como massas, fazendo a escolha de seus veículos apenas por fama ou achismo. 

O marketing 4.0 pede por novas posturas. E é por conta disso que as empresas precisam de orientação para obter a compreensão do ser humano na economia digital, analisando dados para fazer suas decisões.

Afinal, quando a tecnologia evolui, o marketing também precisa de evolução. 

Mas isso não abrange só a mudança estrutural das empresas, é preciso colocar a tecnologia em papel central para melhorar o desempenho.